Mulher Fazendo Autoexame das MamasDurante o ciclo menstrual, alguns cuidados são extremamente importantes. Fique atenta sobre como lidar com a TPM (Tensão Pré-Menstrual), os procedimentos higiênicos para os dias de menstruação, e como ter um maior controle sobre os outros dias do ciclo.

A desordem física e emocional causada por mudanças hormonais decorrentes do período menstrual de uma mulher, mais conhecida como TPM, pode ser amenizada. Iniciando-se de 5 a 10 dias antes da menstruação, a incidência desses sintomas é maior em mulheres com idade entre 25 e 40 anos. A TPM é capaz, nos casos mais graves, de afetar e interferir no cotidiano, impossibilitando algumas mulheres de exercerem suas atividades durante a crise. Os principais sintomas são: retenção de líquidos, ganho de peso, cólicas abdominais, dores generalizadas, principalmente nas costas e articulações, espasmos musculares, alta sensibilidade nos seios, aparecimento de espinhas e acne, desejos por comidas específicas, irritabilidade, transtorno de ansiedade, depressão, hostilidade, dificuldade para se concentrar, esquecimento, fadiga, mudanças no desejo sexual e menor tolerância a estímulos sensoriais como luzes, barulhos e etc.

O primeiro a diagnosticar os sintomas e prescrever algum tratamento para os casos mais graves desses sintomas é o médico ginecologista.

Algumas medidas são interessantes no intuito de se atenuar a TPM, são elas: prezar por uma excelente alimentação balanceada, aumentando a quantidade ingerida de grãos, vegetais, frutas e diminuindo a de sal, açúcar, álcool, cafeína, refrigerantes, chá e chocolates. Quanto à nutrição, vale manter os níveis de açúcar constantes, fazendo várias refeições pequenas durante o dia. Recomenda-se a prática de exercícios regulares de 3 a 5 vezes por semana, como leves caminhadas. É extremamente importante dormir bem. Assim, também irá ajudar a não ter sonhos e pesadelos indesejáveis. Algumas massagens com óleo de uva, por exemplo, auxiliam no alívio da cólica menstrual e outros sintomas associados. Bolsas de água quente sobre o abdômen ajudam bastante.

Durante a menstruação, a pele de algumas mulheres pode ficar muito oleosa. Alguns cuidados, como uma limpeza de pele, por exemplo, são essenciais para essa fase.

Alguns médicos prescrevem o uso de anticoncepcionais para as pacientes, suspendendo a ovulação, uma das principais causas da síndrome da TPM. Outros medicamentos visam aliviar sintomas como as dores nas costas, cólicas e sensibilidades nos seios e alguns diuréticos para a retenção de líquidos. O acompanhamento de um psiquiatra ou psicoterapeuta é indicado para os causos de depressão, irritabilidade ou ansiedade. Geralmente, os sintomas da TPM desaparecem com o surgimento da menstruação.

Sabe-se que a menstruação há muito deixou de ser um dos assuntos que mais causavam controvérsias e mitos populares. Portanto, nada impede a mulher menstruada de praticar esportes, atividade física, tomar banho, cozinhar ou ingerir certos alimentos. Pode-se sim, levar uma vida normal e desempenhar funções diárias, mesmo estando menstruada.

O principal indicativo dos dias de menstruação é o fluxo sanguíneo liberado pelo organismo. Quando esse fluxo é menor, o sangue fica marrom como borra de café; quando ocorre um aumento, pode adquirir um tom mais escuro, e nos dias mais intensos a coloração fica próxima ao vinho, podendo sair na forma de pequenos coágulos. O sangue não tem cheiro, mas ao entrar em contato com as bactérias do canal vaginal, ele ganha um odor característico. Se o odor for muito forte, pode ser indicativo de alguma infecção.

Em relação ao uso de absorvente, existe, nos mercados, um específico para cada caso, desde os indicados para fluxos mais intensos aos menos intensos. Existem dois tipos: Externo e Interno. Ambos são feitos com algodão e algumas substâncias absorventes. Os externos são fixados na calcinha, sendo ideal trocá-lo de três a quatro vezes por dia. Os internos são introduzidos na vagina para absorção do fluxo menstrual, devendo ser trocados a cada três ou quatro horas, não podendo usá-lo ao dormir. As meninas que ainda não tiveram relações sexuais poderão usar os internos, desde que sejam aqueles adequados ao seu organismo como os do tipo mini ou teen. A preferência em relação aos dois vai do gosto da mulher, seja por praticidade ou conforto. Recomenda-se uma excelente higienização nesse período, lavando o local, de preferência, com sabonete íntimo feminino.

O melhor período para a mulher que ainda menstrua fazer o auto-exame das mamas se dá de 6 a 10 dias após o 1º dia da menstruação. Para as mulheres que já entraram na menopausa, ou seja, que não mais menstruam, aconselha-se escolher um dia do mês para fazer o auto-exame, por exemplo, todo dia 20 de cada mês.